Matar

Mama, just killed a man
Put a gun against his head
Pulled my trigger, now he’s dead
Bohemian Rapsody – The Queen

Apercebi-me há uns quantos momentos atrás que não quero matar ninguém. Aquilo que sinto dentro de mim afinal não é contra o outro. É contra mim.

Preciso de me matar.
Matar a pessoa que sou. Preciso de deixá-la morrer, por mais que me custe. Deixar morrer a Inocência que tanto preservei e da qual tão bem cuidei até hoje. Olhá-la nos olhos enquanto deixo uma lágrima escorrer pelo meu rosto rosado e dizer-lhe: “Está na altura de seguirmos cada uma o seu caminho.” E por fim dizer “Adeus.”

I don’t wanna die
I sometimes wish I’d never been born at all
Bohemian Rapsody – The Queen

Só assim serei livre.
Por mais saudades que vá deixar, o meu Eu precisa de sair do casulo.

Der Vögel kämpft sich aus dem Ei. Das Ei ist die Welt.
Wer geboren werden will, muss eine Welt zerstören.

Demian by Hermann Hesse

O mundo que eu achava conhecer não existe. Nunca chegou a existir.
Seguirei o meu caminho. Vou matá-la.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s